Página Inicial > Melhorias em recursos > Detalhe das lajes nervuradas na planta de forma

Detalhe das lajes nervuradas na planta de forma

Escrito em 25/10/2012, por Guilherme Augusto Alves Coelho

Na geração da planta de forma do pavimento, caso o item “Gerar detalhe das nervuras”, na configuração Forma, esteja ativado, o programa gera uma representação esquemática de cada geometria diferente entre as lajes com nervuras lançadas no pavimento. Essa representação usava apenas as dimensões básicas, independentemente do tipo de laje, mas agora esse desenho foi complementado com detalhes específicos que diferenciam, por exemplo, lajes nervuradas de lajes pré-moldadas. Com o Módulo Lajes Treliçadas, esse desenho também diferencia vigotas treliçadas e lajes com cubetas.

null

Forma do pavimento com detalhe das nervuras

null

Detalhes das lajes nevuradas com EPS e com cubeta

null

Detalhes das lajes treliçadas 1D e 2D

null

Detalhes das lajes painel com enchimento 1D e 2D

null

Detalhes das lajes vigota protendida e pré-moldada

Categorias: Melhorias em recursos Tags: , ,


0 rating, 0 votes0 rating, 0 votes (Total:0 voto(s), Avaliação: 0 positivo(s))
Loading ... Loading ...

  1. Andre Portz
    29, outubro, 2012 em 11:09 | #1

    Moderador Blog Eberick :
    Bom dia a todos,
    As solicitações estão anotadas.
    Para a questão da laje apoiada na viga, poderia ser adotado o mesmo comportamento que ocorre hoje com as vigas pré-moldadas, que tem a opção de “obter elevação da laje”, rebaixando a viga de acordo com a espessura e elevação da laje(quando houver).

    Moderador :
    Quero chamar atenção para essa questão da elevação. Como exemplo, para facilitar, vamos supor uma Laje Treliçada com 17 cm (12EPS+5capa) :

    1ª situação : elevar a Laje em 17 cm. No corte, a Laje aparecerá apoiada somente até a metade das vigas extremas e não mostrará o traço divisório entre o topo da Viga e o fundo da Laje. Deverá haver edição manual por parte do usuário ;

    2ª situação : elevar TODAS as Vigas em -17 cm. O problema do traço divisório permanecerá. Para haver ancoragem da Laje nas Vigas de extremidade, estas Vigas não deverão ser rebaixadas e deverá haver uma indicação de concretagem até -17 cm, para aguardar a montagem das Lajes e consequente concretagem de ambas. Deverá haver também nestas vigas uma armadura de espera preparada para ancorar nas Lajes Treliçadas ;

    3ª situação : O problema das esperas dos Pilares. Nas 1ª e 2ª situações as esperas dos Pilares devem ser aumentadas manualmente em 17 cm. A operação de montagem da armação de Pilares só se inicia após a Laje concretada. A exemplo, no caso de Pilar com armadura ø10 mm e fck 25 MPa a espera deverá ser de 38 cm. A Laje Treliçada apoiada sobre as Vigas já ‘comeu’ 17cm, de maneira que sobrou apenas 21 cm de esperas. Mais uma edição manual que deve ser executada pelo usuário.

    Peço que a Equipe de Desenvolvimento atente a estes detalhes.

  2. Ivan Bueno
    29, outubro, 2012 em 13:43 | #2

    @Moderador Blog Eberick, penso que este tipo de possibilidade de configuração seria bastante interessante.

    @Andre Portz, quanto às colocações feitas por você, penso que todas estas soluções já deveriam estar “embutidas” para o caso de se optar por “obter elevação da laje”, ou seja, para o caso de se desejar apoiar as lajes sobre as vigas, sem que tivéssemos necessidade de fazer alterações manuais. O Eberick já deveria fazer todo o tratamento necessário.

    Repito: nunca utilizei lajes pré-moldadas treliçadas apoiadas acima das vigas, mas sempre ancoradas nestas, no entanto penso ser, para algumas situações, como foi bastante discutido aqui, algo interessante e que o Eberick poderia/deveria considerar. Acho que estamos caminhando.

    Abraços a todos.

  3. Moderador Blog Eberick
    30, outubro, 2012 em 07:23 | #3

    Bom dia @Andre Portz,
    Anotamos as suas solicitações.

  4. Andre Portz
    30, outubro, 2012 em 11:00 | #4

    Moderador Blog Eberick :
    Bom dia @Andre Portz,
    Anotamos as suas solicitações.

    Agradeço ao Moderador pelo retorno.

  5. Ivan Bueno
    31, outubro, 2012 em 12:30 | #5

    @Moderador Blog Eberick, aproveitando o assunto lajes, embora já com algum atraso, na geração dos detalhes das treliças, embora o Eberick gere as cotas das ancoragens, não gera as linhas de chamada das cotas, o que resulta em um detalhamento ruim de se ver, pois tais linhas de chamada fazem falta, e requerem um tempo excessivo de edições manuais de detalhes.
    Isto poderia ser passado para o pessoal do desenvolvimento para a correção necessária.
    Obrigado.

  6. Roger Scapini Marques
    31, outubro, 2012 em 13:28 | #6

    Moderador, o nome do tópico deveria ser alterado para “Detalhe das lajes nervuradas e pré-moldadas na planta de forma”, concorda?

    Aproveitando a discussão, no caso de apoiarmos as lajes treliçadas diretamente sobre vigas concretadas, qual será o tipo de vínculo adotado pelo programa nos apoios das vigotas?

  7. Moderador Blog Eberick
    1, novembro, 2012 em 07:57 | #7

    Bom dia @Ivan Bueno,
    Estamos anotando a sugestão.

  8. Moderador Blog Eberick
    1, novembro, 2012 em 07:58 | #8

    Bom dia @Roger Scapini Marques,
    Por default no lançamento as lajes são consideradas apoiadas nas vigas. Caso o usuário prefira adotar outros vínculos, engastando na laje adjacente ou na viga de borda, por exemplo, deverá utilizar os comandos específicos.

  9. Renato C. Costa
    15, dezembro, 2012 em 12:53 | #9

    @MODERADOR, nesse recurso se vê mais uma vez o péssimo hábito da empresa em desenvolver um recurso sen dar a devida continuidade de coreção dos erros após sua publicação. NEsse caso em específico, como já relatado pelos colegas, o detalhe do corte das treliças das lajes treliçadas está errado – o certo seria algo como mostrado abaixo, onde pode-se ver claramente a representação da armação dentro da treliça.

Página de comentários
  1. 7, dezembro, 2012 em 16:23 | #1
Os comentários estão fechados.