Você está visualizando uma versão anterior do blog Eberick Next. Mantenha-se informado acessando o novo blog
Acesse http://ebericknext.altoqi.com.br
Página Inicial > Melhorias em recursos > Descrição da armadura contra colapso progressivo

Descrição da armadura contra colapso progressivo

Escrito em 20/07/2012, por Glauco de Souza Marcon

Foi melhorado o posicionamento do texto de descrição da armadura contra colapso progressivo, evitando a sobreposição do mesmo com a representação da própria armadura no detalhamento das lajes.

Detalhamento da armadura de colapso progressivo antes do ajuste

 

Detalhamento da armadura de colapso progressivo após o ajuste

Categorias: Melhorias em recursos Tags: , ,


0 ratings, 0 votes0 ratings, 0 votes Faça login para votar!
Loading...

  1. Roger Scapini Marques
    | #1

    Yutaka Mario Kobayashi Junior :
    @Ivan Bueno
    Obrigado pelo apoio; vamos aguardar um posicionamento do moderador.
    Porém, uma observação…
    As formas dos niveis intermediários podem ser feitas separadas, basta inves de criar em FORMA, vc clica em “Pavimento – Forma de Nível Intermediário” e escolhe o pavimento que quer a forma.
    Abraços.

    Amigo, o problema ocorre nos detalhamentos das armaduras lajes, que ficam embaralhadas quando sobrepostas nos pavimentos principais e intermediários. Existe uma opção para detalhar as armaduras das lajes separadamente também?

  2. Yutaka Mario Kobayashi Junior
    | #2

    @Roger Scapini Marques

    Boa noite Roger.

    Isso que passei foi para as formas, o detalhamento também é uma reivindicação minha.

    Apenas respondi parte do comentário do Ivan, o comentário 12 onde ele sugeria:

    “Pavimentos intermediários deveriam ter detalhamentos separados dos pavimentos principais, SENDO QUE O MESMO DEVERIA OCORRER COM AS PLANTAS DE FÔRMAS (que poderia ser algo configurável).”

    Abraços.

  3. Roger Scapini Marques
    | #3

    @Andre Portz
    Também acho desnecessário a hachura dos pilares no detalhamento das lajes e a citação do nome dos capitéis, e muito importante colocar as cotas nos capitéis (o estilo de cota que já temos nas sapatas).

    Sobre a questão das linhas dos capitéis, elas não ficam tracejadas porque o Eberick desenha as formas seguindo o padrão de ponto de vista inferior à forma. Seria bem interessante uma opção para escolher o ponto de vista inferior ou superior, porém a linha dos capitéis só fica tracejada se a laje tiver a mesma espessura do capitel.

    Sobre os layers pontilhados, é um incoveniente, e de tanto me incomodar com isso acabei adotando o padrão do Eberick, mas tenho sempre que aumentar a espessura na plotagem para 0.4 mm senão fica muito fraco. Deveria ser uma opção no programa a escolha entre tracejado e pontilhado.

  4. Andre Portz
    | #4

    @Roger Scapini Marques
    O problema das cotas nos capitéis, inclusive nos Detalhamentos das Lajes vem de minha observação nas obras onde os desenhos que “sobem” para a execução da armadura das Lajes são apenas os de armadura. Nessa fase, nem sempre os armadores andam com as Plantas de Forma embaixo do braço, daí a necessidade que vejo de os detalhamentos de armadura também conterem algumas cotas, especialmente dos capitéis. Torna-se uma facilidade para suprir uma necessidade operacional.

  5. Solution Eng E Consultoria Ltda
    | #5

    Todo ajuste feito para resolver problemas de edição são sempre bem vindos.

  6. Sergio Roberto Julio Pitta
    | #6

    1) Gostaria de saber se existe a possibilidade de adotarmos se o nó é apoio ou engaste, ou seja, quando determinamos que o nó é apoio no terceiro nó, no processamento de uma viga curta com 2 tramos, esta detalhará a armadura como se tivessemos 3 apoio. Tem ocorrido que quando existem 2 tramos, no processamento, o terceiro nó pode ocorrer como se fosse um balanço de apoio de uma viga em outra direção. Se que não é interessante essa situação.
    2) Se uma viga com b= 200cm apoiado em um pilar com b= 40 cm, existe estudo para detalhamento da armação no pilar para essa diferença de 80 cm para cada lado?

    Abraço

    Sérgio Pitta

  7. Moderador Blog Eberick
    | #7

    Bom dia @Sergio Roberto Julio Pitta,
    No primeiro caso, o programa irá adotar como apoio o elemento que deformar menos, segurando o outro elemento.
    No caso de vigas apoiando-se em pilares com seção menor o programa irá emitir um aviso para que seja verificada essa condição de apoio.

Página de comentários
  1. 13, setembro, 2012 em 17:29 | #1
Os comentários estão fechados.